Diagnósticos

Compartilhe

Como se faz o diagnóstico da Neuromielite Óptica?

O diagnóstico da neuromielite óptica é fundamentalmente clínico, baseado nos achados de:

  • Neurite Óptica recorrente, bilateral ou grave
  • Mielite recorrente, com imagem por ressonância magnética (IRM) evidenciando lesão medular longa (que se estende por 3 ou mais segmentos vertebrais), em geral envolvendo a parte central da medula
  • IRM do encéfalo normal ou com lesões atípicas para esclerose múltipla

A detecção do anticorpo antiaquaporina-4 (IgG-NMO) no soro confirma o diagnóstico da doença. No entanto este anticorpo pode estar ausente (exame negativo) em um grande número de pacientes com a doença. O uso de medicação corticoterápica antes da coleta do sangue para o exame pode ser um dos fatores na elevada freqüência de exames negativos no Brasil.

A Equipe do CIEM tem grande experiência no diagnóstico da neuromielite óptica, tanto em suas formas completas, como nas chamadas formas frustras da doença, em que apenas parte das manifestações estão presentes.